fbpx

Menu

Site desenvolvido por Ligado na Net :

Prefeitura de São Paulo diz não ter mais vacinas contra dengue

Repasse de doses já foi solicitado ao Ministério da Saúde e a previsão é que o novo lote chegue até o mês de julho

WILTON JUNIOR/ESTADÃO CONTEÚDOvacina dengue

Até o momento, o Brasil registrou 5.987.599 casos confirmados de dengue e 3.963 óbitos

O secretário Municipal da Saúde de São Paulo, Luiz Carlos Zamarco, disse nesta terça-feira (18) que a capital paulista não tem mais vacinas contra a dengue nos postos. O público-alvo da campanha, que inclui crianças e adolescentes entre 10 e 14 anos, é estimado em 600 mil pessoas. No entanto, até o momento, São Paulo recebeu apenas 177 mil doses, todas já aplicadas. Devido à insuficiência de vacinas, a Prefeitura enviou um ofício ao Ministério da Saúde solicitando um novo lote. O governo federal respondeu que enviará as vacinas em julho. A segunda dose, necessária três meses após a primeira, também depende desse novo envio. Apesar da tendência de queda nos casos diários de dengue, alguns bairros, como Itaim Paulista, ainda registram alta incidência, com mais de 20 mil casos confirmados.

Até a última segunda-feira (17), São Paulo contabilizou 222 mortes e quase 500 mil casos da doença. A capital paulista tem enviado ofícios ao Ministério da Saúde desde o início da campanha de vacinação. Inicialmente, São Paulo não foi uma das primeiras cidades a receber as doses. A Prefeitura conseguiu oito mil doses remanejadas de outras cidades. No entanto, esses números são insuficientes para vacinar todo o público-alvo. O prefeito Ricardo Nunes voltou a pedir mais vacinas, lamentando a quantidade insuficiente recebida até agora. Além da dengue, São Paulo também enfrenta a falta de vacinas contra a Covid-19, com apenas mil doses disponíveis atualmente. Até o momento, o Brasil registrou 5.987.599 casos confirmados de dengue e 3.963 óbitos.

FOnte Por Jovem Pan

Prefeitura de São Paulo diz não ter mais vacinas contra dengue | Jovem Pan